sábado, maio 03, 2014

O mundo dar muitas voltas...

Passamos muito tempo procurando um sentido para seguir,  mas quando encontramos a direção certa ou pelo menos uma que não nos deixe muito angustiados, podemos considerar um alívio.

Queremos muitas coisas e ficamos indeciso em muitas vias, mas que é bom essa sensação de ser útil,  não há dúvida.  Sou cozinheiro, motorista, babá,  eletricista, instalador de antena parabólica banda c e ku, consultor de informática (montagem, manutenção e formatação de computadores), professor e pastor. Parece que me tornei um canivete suíço, cheio de habilidades e possibilidades,  mas quer saber? Estou muito feliz e aos poucos relaxando os nervos e as tensões.

Quanto a vida acadêmica?  A vida deu uma volta grande... Fiz teologia, comecei e quase terminei Pedagogia (faltou monografia) e agora ando pelo Curso Técnico de Informática.  Que volta grande, não é?  Mas estou feliz e agradeço a todos que estão torcendo por mim.

A vida segue e eu também,  vamos em frente. Abraço a todos.

quinta-feira, setembro 29, 2011

Luiza, em seu primeiro ano de vida!

Como contarei a minha história para vocês?
Bem, como todos dizem: “Do começo, claro!”
Sempre fui um sonho para mamãe e papai.
Por muitas e muitas vezes pensadas e idealizadas, até brincavam como minhas futuras falas e pensamentos, coisa do imaginário de Papai e correspondido por Mamãe. Ah, esses dois passavam horas brincando com essas coisas. O que Papai sempre se preocupou em me responder corretamente as minhas futuras curiosidades e possíveis inquietações. Mas chegou a hora, da minha primeira pergunta: De onde eu vim??
Bem, eles me contam desde a gestação na barriga de mamãe, que eles se conheceram na igreja, depois se encontram mais vezes na escola, sempre como amigos que nunca esperavam que acontecesse um “relacionamento” mais sério. Papai tinha um chamado ministerial, bem, ser pastor mesmo. Mamãe tinha um chamado missionário e é ai que a história começa. Esses dois, vejam só, eram muito amigos, mas tão amigos que papai não conseguiu esconder suas intenções, ele queria namorar, noivar e casar com a mamãe só porque ela era a melhor amiga dele, mamãe claro, resistiu bravamente, mas ponderou e aceitou.
Depois que eles começaram a namorar, papai foi estudar em Belo Horizonte e mamãe, ficou aqui trabalhando. Depois eles noivaram e casaram, e eu, bem que se passaram alguns anos, até tentaram colocar alguém antes de mim, mas a primeirona tinha que “SER EU”. E é daqui que começa a minha história...


Papai e Mamãe depois de muito tempo sem descansar, resolveram viajar, foi que nessa viagem, mamãe pareceu meio enjoada e aí... sabe que aconteceu? Não? Eu acho que vi uma gatinha ali, kkkk. Lá estava um coraçãozinho batendo no primeiro ultrassom. Papai e mamãe, ficaram radiantes de felicidade, queriam contar para todos e espalhar a notícia. Papai comprou vários CD´s para mim, foi nesses CD´s que ele escolheu a minha música “Valsa para uma meninha”. Agora, fique com as fotos e com as músicas que papai e mamãe escolheram para mim.

sexta-feira, março 06, 2009

Qual o tamanho do Amor de Deus?

Existe um versículo na Bíblia, precisamente o João 3:16, que diz: "Porque Deus Amou o mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna". Assim estive refletindo sobre o "Amor de Deus", relacionando partes do versículo e me aprofundando numa reflexão finita sobre Deus.

A primeira parte do versículo me entriga: "Porque Deus amou o mundo...", daí faço então uma pergunta: "Por que Deus amou o mundo?". Pensando bem sobre tudo que Deus já fez por nós, fiquei inquieto e tive uma luz, acredito que do Espírito Santo, sobre tudo o que Deus faz e ficou registrado no livro de Gênesis.

Deus ao criar o mundo, ele disse palavras: "Haja Luz, Haja firmamento, Haja animais e ..." (Gênesis 1) mas quando se tratou de formar o homem, Deus não falou essas palavras. Apenas convocou a trindade e disse: "Façamos o homem, conforme a nossa imagem e a nossa semelhança" (Gênesis 1:26). Daí, exatamente do pó da terra, Deus começa a moldar o homem com as suas próprias mãos... Imagine a satisfação que Deus estava sentindo ao criar cada parte do homem, cada detalhe, tercendo cada célula, cada orgão e preparando tudo para o sopro que seria o motor propulsor de toda vida que hoje vemos no ser humano.

Se é possível comparar essa satisfação, pergunte a um pai que quando ele viu seu primeiro filho nascer, ou a uma mãe, que após 9 meses de gestação em sua barriga, viu uma linda criança sair de sua barriga edisparar aquele chorinho de Vida, que todos ficavam ansiosos para ouvir. Conseguiu comparar? Bem, não sou pai ainda, mas estou muito ansioso para ser e fico imaginando, sonhando acordado com tudo isso. Pois é, o "AMOR de DEUS", é infinitamente maior que essa comparação.

Voltando pra o nosso texto, se nós que somos tão pequenos e fracos, finitos e bem limitados intelectualmente, conseguimos sentir isso, o que dizer de Deus, vendo sua criação tomar vida e começar a se mexer, ele não se contem e dá um Livre Arbítrio ao homem para que esse o Louve e o Adore de todo ser (Corpo, Alma e Espírito). Se bem que Livre Arbítrio nada mais é do que a livre escolha sobre decisões e outras coisas mais. E exatamente no primeiro momento de prova, o ser humano em Adão, escolhe rejeitar Deus.

Que tristeza para Deus, ver seus filhos, sua criação, o ignorando, deixando-o de lado ou mesmo para atrás. Deus não ficou parado, já sabendo do que podia ocorrer, prepara tudo. Deus não desiste de nós, por isso a expressão: "Porque Deus amou o mundo de TAL MANEIRA...", não somos nem capazes de medir ou mensurar esse amor do Pai para conosco.

O amor de Deus não é um amor de palavras, é um amor de atitudes, de provas lindas de dedicação para com quem Ele ama, como diz o versículo: "Mas Deus prova seu amor para conosco..." (Romanos 5: 8). Ele, sem nenhum receio, entrega seu único filho para sofrer em nosso lugar o castigo de morte (Romanos 6: 23).

Outro personagem entra na história, o mesmo que na Criação, fica fascinado pela obra que realizaram. Demonstra o amor que recebeu do Pai e se entrega para sofrer a maior dor do universo, a separação total de Deus, pois é isso que o pecado causa na vida daquele que vive no pecado.

Jesus, o filho de Deus, faz uma ponte de restauração entre a criação de Deus e o Criador, restaura tudo novamente, dando-nos uma segunda chance de reparação e assim podermos desfrutar o que Adão e Eva experimentaram e perderam, a oportunidade de andar com o Pai e compreender o quanto ele nos ama.

"Porque Deus AMOU o mundo de TAL MANEIRA que DEU seu FILHO UNIGÊNITO para que TODO AQUELE que NELE CRER não pereça, mas tenha a VIDA ETERNA" (João 3:16).

Quero sentir, sonhar e viver esse AMOR de DEUS para SEMPRE em MINHA VIDA!!!

quarta-feira, maio 30, 2007

Um Pouco de mim...

MINHA HISTÓRIA
Falar do quarto filho do Pr. Jess Carlos Monteiro Costa e da Professora Benilde Campos Monteiro, não é algo muito fácil, afinal não se pode contar a história desse moço sem dizer-lhe quem são seus irmãos e um pouco de sua história. Nascido em 15 de Abril de 1980, na cidade de Nanuque no estado de Minas Gerais, onde seus pais foram buscar apenas um hospital para que este nascesse, voltando pela divisa e fixando sua primeira moradia em campos baianos, precisamente na cidade de Ibirapuã, ao qual seu pai já exercia o ofício de Sacerdote Religioso Evangélico.

Como em toda história, existem marcas que modificam nossas vidas, essa não poderia ser diferente, com poucos meses de vida foi acometido de Sarampo, que deixando seqüelas como uma surdez total do ouvido esquerdo, fazendo que obtivesse certa dificuldade para falar e por sua vez aprendendo a ouvir mais e falar menos. Ainda que com sete meses de vida a família recebe a notícia de mais um membro chegando à família, irmão caçula, Héber. Não deixando de falar dos outros irmãos: Joe Edman, Gisane e Sóstenes. Todos tiveram sua marca nessa história, influenciando ora para melhor ora para pior, o que é normal em toda família.

Após aquela pequena cidade de Ibirapuã, ainda passou-se por outras cidades como Pedro Canário no estado do Espírito Santo, Ilhéus novamente na Bahia, Jequié também na Bahia, Belo Horizonte capital Mineira, novamente em Jequié, Caatingal distrito de Manoel Vitorino na Bahia e finalmente em Jequié, até o presente momento.

Desde criança este moço tem sonhos, o mais interessante nisso tudo é que ele os divulgava para todos, principalmente quando lhe faziam a famosa perguntinha: “O que você vai ser quando crescer?”, prontamente respondia: “Pastor, Médico, Dono de Casa e Professor!”. Com o tempo alguns sonhos foram se desfazendo, visto que por tomar noção da realidade brasileira em que vivemos, algo foi mais forte, por ter sido tocado profundamente no lado espiritual, decidiu assim seguir os passos do pai, sendo Sacerdote Religioso Evangélico – “Pastor” – morando fora por um período de 3 anos para estudar teologia, em Belo Horizonte no estado de Minas Gerais, o curso era de 4 anos, mas este optou por adiantar algumas disciplinas, conseguindo fazer em menos tempo.

Nesse tempo um fato marcou pra sempre sua vida, o irmão caçula foi acometido de uma doença rara, tido como câncer, denominado “Osteosarcoma” e por estar longe do mano sofreu por não estar acompanhando. Este irmão veio a falecer em Dezembro de 2000, quando já estava seguindo para o terceiro ano do curso e o que motivou a seguir ainda mais em frente, pois a experiência o tornou mais consciente dos obstáculos da Vida.

Durante o curso de Teologia, é descoberto um dom ainda que natural deste moço, visto que tinha dificuldades para compreender e assimilar todos os assuntos, por outro lado, após ter compreendido, conseguia passar com muita facilidade o que aprendeu, usando de várias exemplificações para entendimento dos colegas, o que despertou sua aptidão para o ofício de Mestre, se inspirando no Mestre dos Mestres: “Jesus”.

Ao retornar a Jequié em dezembro de 2001, começou o preparo para o exame da OPBB (Ordem dos Pastores Batistas do Brasil), que sendo aprovado, foi consagrado em culto de Ação de Graças no dia 15 de Abril de 2002. Logo em seguida seguiram-se os planos de casamento com a jovem Juciara Chaves, que a conhecia desde 1995 apenas como amigos, desde 1998 como namorados, desde 2001 como noivos e finalmente como casal desde 03 de agosto de 2002. Dessa união ainda não existem descendentes, mas existe um amor que cresce a cada dia que a convivência os proporciona uma harmonia de vida.

Assim aos poucos os sonhos de criança vão sendo concretizados, principalmente após ter passado pelo vestibular de 2006 da UESB, optando pelo Curso de Licenciatura em Pedagogia, pelo fato de estar próximo da área de Ciências Humanas, algo visível em testes de aptidão vocacional, tendo um gosto mais acentuado para História e para a Psicologia. Incentivado pela formação de sua mãe, também pedagoga e pelo desejo de obter um aprimoramento no ofício de seu dom latente, o de ser um mestre. Mas, principalmente, aperfeiçoar o homem que a cada dia se mostra menos moço inexperiente, para se tornar alguém consciente do viver em sociedade, tentando como o beija-flor mudar a sociedade a sua volta deixando sua marca no mundo.

quarta-feira, abril 04, 2007

Sonhando e Vivendo... Sempre!


A vida é feito de sonhos, tudo foi realizado através de Sonhos, mas estes mesmos sonhos não seriam nada se as pessoas que sonham não vivessem a vida. É preciso continuar vivendo, mesmo que as situações da vida não nos pareça propício ou mesmo fácil para os nosso sonhos.

O sonhos são ótimos, mas viver é ainda melhor! Passamos dias sonhando com a vida, mas perdemos por não aproveitar cada momento vivido. Que dificuldade enfrentará o mundo sonhador com a realidade dura e cruel que temos? Muitas serão suas dificuldades, pois o mundo fantasiado é dependente do nosso imaginar, quanto que a realidade é dependente de nossas escolhas, ora acertada e ora errada. Assim é viver, acertando ou não acertando, é assim que o ser humano cresce.

Como seria bom, se todos conseguissem acertar as suas decisões, mas não depende de nós, vivemos em sociedade e o que fazemos aqui pode atingir ao outro. Como sempre falo: Como dói ser um porco-espinho, é assim que são os seres humanos. Cada espinho pode ser suas qualidades (que ferem muitas vezes), seus defeitos (que magoam muito) e sua história (que interferem na do outro), quando abraçamos um ao outro ou nos aproximamos uns dos outros sentimos os espinhos entrar e tocar na nossa carne. Somos marcados por todos e marcamos também.

Sonhar e viver. Vamos viver os nossos sonhos e fazer com que não só a nossa vida seja feliz, mas a dos outros como se fosse a nossa. Como disse Jesus: "Amai ao próximo como a ti mesmo".

quinta-feira, maio 04, 2006

Meus ultimos 30 e próximos 30 anos


Essa mensagem foi publicada no site FIAT 30 ANOS. Como eu imagino que o ano 2036 será! Você já pensou nisso? Eu pensei e publiquei a minha mensagem:


"Essa é uma pergunta que faço desde meus 7 aninhos, o que acontecerá comigo daqui a 30 anos, bom muita coisa mudou, mas não muito. Ás vezes almejamos grandes mudanças, mas não a sentimos realmente. Isso porque também mudamos junto com o mundo. Assim como eu desejo o melhor para mim, quero desejar o melhor para os outros e pro mundo que eu vivo, e que saibamos conviver juntos: eu, você e este planeta terra".